Introversão em um mundo caótico

Na semana passada eu percebi uma confusão na internet por causa de um acontecimento que, honestamente, não vale a pena trazer à tona. Porém dessa confusão eu tirei alguns dias pensando sobre esse assunto e resolvi escrever um pouco sobre isso.

Introversão. Você, provavelmente, já ouviu falar essa palavra. Segundo o dicionário é a ação ou efeito de introverter. Ainda, segundo a teoria de Jung dentro da Psicologia: é o comportamento da pessoa que demanda toda a sua energia psíquica para si mesmo em oposição ao mundo exterior (ou pelo menos foi o que o Google me disse).

Acabei me deparando com um Ted Talk da Susan Cain de anos atrás e que por algum motivo eu ainda não tinha visto. Ela é autora de um livro que está na minha lista de leitura há um tempinho e espero conseguir ler em breve. Nesse vídeo, ela fala sobre alguns assuntos do ponto de vista de uma pessoa introvertida.

Confesso que pensei (e ainda penso) muito mais nesse assunto do que gostaria de admitir. Porém percebi que cada dia mais me considero uma pessoa introvertida.

O mundo vivia me dizendo: “você precisa sair mais”, “você precisa conversar mais”, “você precisa passar mais tempo com as outras pessoas” e tantas outras frases que nem me lembro direito.

Toda vez que eu ouvia isso, eu só concordava com a pessoa para ela ir embora e me deixar quieta. Mas hoje percebo que muitas pessoas realmente não se importavam com os meus sentimentos em relação a isso.

Para mim, e para tantas outras pessoas, ficar sozinha é um dos melhores momentos do dia. E muitas pessoas não entendem, porque veem o mundo de uma forma mais extrovertida. Isso não é um problema, são apenas visões diferentes.

Para uma pessoa mais extrovertida fica sozinha talvez seja sinônimo de tristeza, mas para introvertidos pode ser o ápice de alegria do dia.

Toda vez que ouço alguém falar que não consegue ficar sozinha eu não faço ideia do que eu deveria dizer ou como deveria agir, porque isso nunca passou pela minha cabeça. Sendo bem sincera, eu não lembro a última vez que me senti sozinha de verdade.

Ao longo dos anos fui me conhecendo e percebendo que eu gostava bem mais de ficar sozinha. Claro que interações ao longo do dia fazem bem . Obviamente ter amigos e conversar com pessoas de verdade é importante.

Alguns momentos do meu dia eu sou um pouco mais extrovertida, mas na maioria do tempo prefiro ficar no meu mundo interno. Isso não significa que eu não goste de interações com as pessoas. Gosto, mas no meu tempo e, principalmente, no momento em que eu me sinto pronta para interagir com alguém.

E, infelizmente, muitas pessoas não entendem muito bem isso. Porque esse mundo caótico diz que não é “normal” uma pessoa ficar sozinha boa parte do dia ou almoçar sozinha em um restaurante, por exemplo.

Espero que isso mude aos poucos, porque a sociedade atual não sabe lidar com introvertidos. Na escola ou faculdade sempre tem trabalhos em grupo e mesas tão próximas que a interação é quase a regra. No mundo corporativo também é assim. Escritórios abertos, conversas e almoços em grupo. E, infelizmente, pessoas mais introvertidas acabam sendo as chatas do rolê. Interações ocasionais são ótimas, mas realmente são necessárias o tempo todo e todos os dias?

Talvez esse seja um dos motivos pelos quais eu amo livrarias e cafeterias. Tem pessoas ao meu redor, eu sinto a energia delas, mas eu não preciso necessariamente interagir com todo mundo ali. Ao meu redor há pessoas, mas eu estou submersa em meu eu interior e no que estou fazendo naquele momento.

Espero que as pessoas consigam entender que não somos iguais. E que quando vemos alguém sozinho pode ter vários significados e, talvez, nenhum seja solidão realmente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: