Por que eu comecei um diário?

2019 não foi um ano fácil pessoalmente falando e acredito que outras pessoas também sentiram isso naquele ano. Porém chegou 2020 e tudo piorou.

Eu não estava mais exausta somente por problemas pessoais. Eu estava cansada e preocupada com o que estava acontecendo no ambiente externo também. E isso, obviamente, me afetou. Assim como ainda impacta a vida de todos nós.

O momento atual que estamos vivendo não está sendo fácil de lidar. Tem muita coisa acontecendo e eu sinto que quanto mais eu tento me manter informada sobre o que acontece em nosso país, mais me sinto mal por tudo isso.

Em 2020 comecei a escrever um diário e ainda continuo escrevendo nele.

Não escrevo todos os dias. Mas tento escrever pelo menos uma vez por semana sobre absolutamente tudo o que quero.

Tem páginas que só quero escrever sobre o que sinto e penso em relação ao que está acontecendo no mundo e, principalmente, no Brasil.

Já em outras páginas quero escrever sobre as pequenas coisas que fizeram o meu dia melhor. Cada página é diferente da outra.

Estava relendo algumas páginas do ano passado e fiquei relembrando várias coisas que me deixaram um pouquinho feliz naquela época.

Assim como daqui alguns anos lerei novamente o que escrevi durante esse período doido que estamos vivendo e relembrarei de tudo o que passei.

Além de relembrar, escrever pode ser quase uma terapia. Na verdade, já ouvi alguns psicólogos recomendando a escrita de forma terapêutica (procure sempre a orientação de um profissional, por favor).

Poder colocar no papel tudo o que sinto nesse momento é uma ótima forma de entender melhor o que estou sentindo e, principalmente, quem sou eu. Escrever é uma ótima forma de autoconhecimento e nem sempre será incrível e lindo. Autoconhecimento é uma jornada de altos e baixos.

Às vezes percebemos coisas sobre nós que não gostamos e que tentamos esconder. Mas isso também faz parte de quem somos. É importante abraçar nossa luz e nossa sombra.

Você já pensou em começar a escrever sobre o que você sente ou pensa? Talvez você descubra que não é a melhor opção para você. Mas talvez pode ser para outras pessoas. Tente escrever o que você quiser. Sem julgamentos. Só escreva. Talvez possa te ajudar de alguma forma.

Um comentário em “Por que eu comecei um diário?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: